As autoridades holandesas identificaram mais 11 vítimas da queda do avião da Malaysia Airlines, que se despenhou em julho no leste da Ucrânia, faltando 36 de um total de 298 passageiros, disse, esta sexta-feira, o ministério da Segurança e Justiça.

Oito das 11 vítimas agora identificadas são holandesas. As restantes nacionalidades não foram divulgadas, a pedido das embaixadas dos países em causa.

O Boeing da Malaysia Airlines despenhou-se a 17 de julho, perto de Donetsk, no leste da Ucrânia, matando todas as 298 pessoas que seguiam a bordo, a maioria das quais de nacionalidade holandesa.