«Militares russos entregaram sistemas de defesa aéreos no leste da Ucrânia, e enviaram alguns deles para a linha da frente. (…) Não havia um número tão elevado deste equipamento no leste da Ucrânia desde agosto», disse a porta-voz do departamento de Estado, Marie Harf.






«Depois de manter uma presença relativamente estável na fronteira, a Rússia está a enviar mais tropas para lá. Estas forças significam a maior presença na fronteira desde outubro de 2014».