Meagan Day não quis acreditar quando, ao abrir uma encomenda, se apercebeu que no interior da caixa estava tudo menos o que pediu. Em vez de uma touca para sauna, estava um frasco de veneno de escorpião azul.

O caso insólito foi partilhado pela própria jornalista norte-americana na sua conta no Twitter, quando recebeu um remédio cubano contrabandeado - feito à base de veneno de escorpiões - que promete ajudar na luta contra o cancro, em vez do que seria suposto, uma simples touca de sauna. 

Eu só queria suar com estilo e agora sou portadora de um veneno ilegal", lê-se numa das publicações da jornalista, que acabou por encarar a situação com humor.

Touca "oligarca"

A touca que Meagan Day pretendia tinha impressa a palavra "oligarca" em russo e foi encomendada no site da Amazon há cerca de um mês, a um vendedor russo que se dá a conhecer por "RussianBear".

Da Ucrânia recebeu a encomenda, que em vez da touca trazia o veneno de escorpião.

Mais tarde, foi reembolsada do dinheiro que tinha pago pela touca. Sem quaisquer comentários.

Depois, o produto pretendido, a touca, deixou de estar disponível no site, se bem que o vendedor "RussianBear" continue a negociar através dessa página.