Três navios quebra-gelo estavam esta quinta-feira a caminho de encontrarem o navio russo que transporta 74 pessoas numa expedição científica na Antártida, numa operação que está a ser coordenada pela Austrália.

As autoridades de Segurança Marítima da Austrália revelaram que o MV Akademik Shokalskiy enviou um pedido de ajuda na quarta-feira quando ficou preso no gelo a cerca de 100 milhas náuticas a este da base francesa de Dumont D'Urville.

O porta-voz da expedição, Alvin Stone, já disse à agência AFP que ninguém corre perigo e que o navio simplesmente ficou preso no gelo.