Três polícias de uma esquadra do Reino Unido foram condenados por terem abandonado o posto de trabalho para verem pornografia, já que, nesse momento, um dos presos acabou por morrer na cela, por falta de assistência, de acordo com o «Daily Mail».

As câmaras de segurança da esquadra mostram os três polícias à volta de um computador a verem pornografia e a fazerem comentários de teor sexual. Por essa altura, Lloyd Butler, de 39 anos, sofreu uma paragem cardíaca dentro de uma das celas. Quando os polícias se aperceberam, era tarde de mais e o homem morreu.

Os factos ocorreram em 2010, mas só foi julgado esta quarta-feira. De acordo com a família do preso, o homem sofria de problemas cardíacos e os polícias estavam avisados de que carecia de uma vigilância constante.