O papa Francisco disse este domingo que reza pelas «vítimas destes dias» na Ucrânia, pedindo a Deus que «infunde, no coração de todos, sentimentos de pacificação e irmandade».

Depois da oração do meio-dia da Regina Coeli, dedicada à Virgem, a partir da janela do palácio pontifício, o papa recordou «a situação na Ucrânia, onde não cessam as tensões», afirmando que reza pelas vítimas.

O papa Francisco recebeu no passado dia 26 de abril no Vaticano o primeiro-ministro da Ucrânia, Arseni Iatseniuk e tem feito vários apelos ao diálogo no país.