O Presidente norte-americano, Barack Obama, falou hoje ao telefone com o homólogo francês, François Hollande, em plena controversa nascida das revelações sobre as atividades de espionagem dos Estados Unidos em França, algumas das quais «deturpadas», segundo a Casa Branca.

Durante esta chamada, Obama e Hollande «falaram das recentes revelações na imprensa, algumas das quais deturparam a nossa atividade e outras levantam questões legítimas para os nossos amigos aliados sobre a forma como estas ações (de vigilância) são realizadas», precisou a presidência norte-americana em comunicado, citado pela Agência France Presse.

François Hollande exprimiu hoje a Barack Obama a sua «profunda reprovação» relativamente à espionagem da NSA, a Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos, a dezenas de milhares de comunicações telefónicas em França, «práticas inaceitáveis» entre aliados e amigos, segundo um comunicado da Presidência francesa.