Poucas horas depois de as forças norte-americanas terem atacado combatentes jihadistas na Síria, o presidente Barack Obama foi apanhado por uma câmara fotográfica a fazer uma saudação informal aos militares. Tinha um chá na mão. Republicanos estão indignados.

O presidente saiu do helicóptero, em Nova Iorque, e ofereceu apenas uma saudação distraída com a mesma mão com que estava a segurar o chá.



O vídeo do momento foi divulgado na conta do Instagram da Casa Branca. A «distração» já levou a um conjunto de críticas, previsíveis, do Partido Republicano, que o classificou como «o vídeo mais absurdo que já vimos do presidente Barack Obama».

Em defesa de Obama, os democratas alegam que o Barack Obama não foi o único presidente cujas saudações não atenderam às normas militares.