Uma fotografia da editora de uma revista russa, sentada numa cadeira concebida para se parecer com uma mulher negra, está a gerar polémica em todo o mundo.

Na foto, vê-se Dasha Zhukova, noiva o milionário russo Roman Abramovich, sentada numa cadeira que ao que tudo indica é uma mulher negra. No entanto, é uma escultura.

Foi uma entrevista concedida pela editora da revista russa «Garage» ao site russo Buro 24/7 que divulgou a imagem, na segunda-feira.

Além da natureza claramente discriminatória da situação, a foto foi ainda divulgada no dia em que os Estados Unidos celebravam a morte de Martin Luther King, líder incontestável da luta contra a segregação racial.



Na sequência desta polémica publicação, vários são os utilizadores do Twitter que se tem mostrado indignados.

«A indústria da arte e da moda são os poucos bastiões da sociedade que ainda dão luz verde ao racismo e a ignorância em prol da criatividade» lamentou Claire Sulmers, editora do site «Fashion Bomb Daily», ao jornal Huffington Post.

Recorde-se que a segregação racial assim como o racismo são um dos assuntos mais debatidos na sociedade norte-americana.