O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, considerou hoje «contraproducente» a expansão da NATO em direção ao leste, no decurso de uma conferência de imprensa com o homólogo finlandês Erkki Tuomioja.

«A tentativa artificial da NATO de prosseguir a sua expansão em direção ao leste, como continuar a reforçar as infraestruturas militares perto da fronteira, incluindo nas da Federação russa, é contraproducente e contraria os compromissos assumidos pelos países da NATO», disse Lavrov no final da sua deslocação à Finlândia.

A expansão da Aliança «contraria os compromissos que os países-membros da NATO assumidos no âmbito da Organização para a cooperação e segurança da Europa [OSCE] e o Ato fundador NATO-Rússia», denunciou Lavrov.