O ministro da Defesa colombiano anunciou, no sábado, uma recompensa de 50 milhões de pesos (18,9 mil euros) para quem facultar informações sobre os responsáveis diretos pelo atentado que fez oito mortos em Cauca, no sudoeste do país.

«Oferecemos uma recompensa de 50 milhões de pesos a quem nos levar à captura dos responsáveis diretos», disse Juan Carlos Pinzón, qualificando o ataque como «um ato insano e bárbaro» contra a população da localidade de Inzá.

O atentado com explosivos, ocorrido esta madrugada, contra o quartel da polícia de Inzá, atribuído a uma unidade das FARC, causou oito mortos, incluindo dois civis, tendo deixado ainda mais de duas dezenas de feridos.