O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro assinou, na noite de sexta-feira, um decreto, que entra em vigor a 01 de janeiro, e impede empresários e o próprio governo de despedirem os seus funcionários até ao final de 2014.

«Vou aprovar o o decreto onde se estabelece a inamovibilidade laboral a favor dos trabalhadores do setor privado e público, regido pela Lei Orgânica do Trabalho, a partir de 01 de janeiro de 2014 até 31 de dezembro do mesmo ano», disse.

A assinatura do decreto teve lugar durante uma alocução ao país, do chefe de Estado venezuelano, transmitida a partir do palácio presidencial de Miraflores, durante a qual Nicolás Maduro se fez acompanhar pelo vice-presidente para a área económica Rafael Ramírez e pelo ministro de Indústrias, Ricardo Menéndez.