O ex-primeiro-ministro de Itália Silvio Berlusconi disse que está disposto a ir para a prisão se o Supremo Tribunal confirmar a pena de um tribunal de primeira instância de Milão sobre o caso «Mediaset».

«Não vou ser um exilado nem aceitar fazer serviços sociais como um criminoso que tem de ser reeducado. Tenho quase 78 anos e teria direito a prisão domiciliária, mas, se for condenado, irei para a cadeia», declarou o antigo governante citado num texto publicado no jornal Líbero.

Berlusconi foi condenado em primeira instância a quatro anos de prisão e cinco de proibição de exercer cargos públicos.