Mike Wyllie fez parte da equipe de cientistas que lançaram o Viagra nos anos 90 e apostou recentemente no combate a ejaculação precoce. Um problema que afeta um em cada quatro homens e é mais frequente que a impotência sexual.

O produto contém baixas doses de dois anestésicos que ajudam a diminuir o excesso de sensibilidade. Ele proporciona um maior controlo ao homem e prolonga cinco vezes mais a relação sexual. O efeito é quase imediato, seguro e eficaz, acrescenta a Agência Europeia de Medicamentos (EMEA).



O medicamento estará disponível nas farmácias nas próximas semanas, mas, apenas sob prescrição médica. De acordo com o jornal «Daily Mail», é um dos lançamentos mais aguardados de 2014.