Cerca de 150 imigrantes clandestinos subsarianos saltaram esta madrugada a vedação entre Marrocos e Melilha, a região autónoma de Espanha, no norte de África e 60 deles conseguiram entrar em território espanhol

Os imigrantes confrontaram-se com a polícia, lançando paus e pedras, e dispersaram-se pela cidade autónoma. Cerca de 25 refugiaram-se no terraço de um prédio, tendo sido cercados pelas autoridades.

Por volta do meio-dia entregaram-se à polícia, depois de lhe terem garantido que seriam enviados para o centro de acolhimento temporário de imigrantes.

A instalação alberga novecentas pessoas, o dobro da sua capacidade.

Vários dos africanos tiveram de receber tratamento pelos ferimentos sofridos ao saltar o arame farpado da vedação fronteiriça. Três polícias espanhóis ficaram também feridos.