A cimeira económica dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) agendada para o próximo mês, em Angola, já vai contar com a participação de representantes da Guiné Equatorial, informou hoje fonte da organização.

De acordo com informação enviada à agência Lusa pela Confederação Empresarial dos PALOP, esta cimeira económica vai realizar-se em Luanda, a 17 de julho, no âmbito do 10.º aniversário da Confederação Empresarial da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

«Desta feita irá contar com a participação do seu novo membro [da CPLP], a Guiné Equatorial», lê-se na mesma informação.

Em fevereiro, os chefes da diplomacia da CPLP decidiram recomendar a entrada da Guiné Equatorial na organização, que será decidida pelos chefes de Estado e de Governo na cimeira de Díli, que vai decorrer a 23 de julho.

Esta cimeira económica agendada para a capital angolana será apresentada publicamente na terça-feira, em Luanda, e na mesma ocasião revelados pormenores sobre a Constituição da Confederação Empresarial dos PALOP, que terá sede em Angola.

Esta instituição, segundo informação dos promotores, «deverá promover o fortalecimento da classe empresarial africana e das suas economias e um desenvolvimento equilibrado e profícuo da cooperação entre seus os agentes económicos».