A imprensa espanhola avançou e o 112 espanhol confirmou que esta quinta-feira um avião 737 teria caído ao largo das ilhas canárias, mas a informação era afinal um engano: tratava-se apenas de um barco rebocador.

O falso alarme terá começa com a divulgação no Twitter de uma imagem de um avião que supostamente teria amarado ao largo da Gran Canaria.





Sete minutos depois da divulgação da imagem, o 112 espanhol confirma a informação de que um avião caiu no mar.





Só oito minutos depois, as autoridades oficiais adiantam que «a possível queda de avião» era afinal um barco rebocador.





A informação da queda do avião foi avançada pela imprensa espanhola, local e nacional, que inicialmente deu conta de uma queda de um avião 737. Mais tarde corrigiu a informação para o facto do avião ter amarado e depois para o falso alarme.

Em Portugal, a notícia da queda do avião chegou às redações através dos alertas da agência Reuters que também seguiu os media espanhóis que, por sua vez, seguiu a informação oficial confirmada pela autoridade competente.

Um dos mais recentes tweets mostra a imagem que esclarece as dúvidas e ilustra a confusão.





Notícia atualizada