Um homem foi atropelado e morto pela filha, esta sexta-feira, nos Estados Unidos, depois de ter tentado impedir que a mulher conduzisse embriagada.

A filha de 37 anos matou o pai de 69 anos, que se encontrava atrás do carro, a tentar impedi-la de conduzir bêbada. Sem sucesso, a filha arrancou com o carro que estava na garagem e atingiu o pai fatalmente.

Bounmy Raisombath foi levado para o hospital, mas foi declarado morto assim que chegou.

Segundo testemunhas, Soukvilav Barton, encontrava-se bêbada e tinha estado a discutir com a família em casa na Califórnia do Sul.

Quando Barton percebeu que tinha atingido mortalmente o pai, saiu da viatura e sentou-se a chorar, revelaram testemunhas ao «The independent».

Barton foi detida por suspeita de conduzir sob o efeito de álcool e de homicídio.



Bounmy Rajsmobath era um imigrante que chegou aos Estados Unidos, em 1979. Trabalhava como canalizador na América e teve duas filhas e dois filhos.