O primeiro-ministro de Timor-Leste, Xanana Gusmão, criticou no Fórum da Democracia, em Bali,na Indonésia, os «poderosos» que violam os direitos cívicos dos cidadãos e considerou «imoral» o uso da tecnologia para obtenção de vantagens económicas.

«Vemos também como os líderes de democracias orgulhosas não fazem um esforço por trabalhar juntos em prol de um futuro melhor, preferindo apelar ao lado mais feio da natureza humana e cair num padrão insensato de negativismo, partidarismo e conflito que chega a colocar em risco a estabilidade internacional», afirmou Xanana Gusmão, no discurso proferido em Bali.

Timor-Leste chamou esta semana os encarregados de negócios da embaixada dos Estados Unidos e da Austrália, depois de no passado dia 30, um especialista australiano ter afirmado que a Austrália espiou vários países, para depois partilhar a informação obtida com os Estados Unidos.