A empresa aérea KLM utiliza um cão para localizar passageiros esquecidos antes de deixarem o aeroporto de Amsterdão (Shiphol). A tripulação verifica os aviões depois de os passageiros saírem e ao encontrarem objetos esquecidos chamam Sherlock, o seu novo ajudante.

O beagle cheira o objeto deixado para trás e o banco onde se encontrava e depois procura o passageiro distraído nas instalações do aeroporto, conseguindo devolver os pertences ao respetivo dono.

«A equipa de perdidos e achados da KLM agora consegue devolver aos passageiros os seus pertences pessoais, ainda antes que estes se tenham apercebido da sua falta» disse um porta-voz da companhia aérea.



No vídeo difundido pela KLM, vê-se o cão no aeroporto de Amesterdão a passar com uma bolsa azul, onde leva telemóveis, auriculares, peluches e outros objetos deixados para trás.

O Sherlock tem um treinador pessoal que o ensina a encontrar as pessoas, mas também se dedica a fortalecer os músculos e a resistência do cão, tal como a sociabilizar.

Os beagles são cães de tamanho médio, brincalhões e ágeis. Supostamente são cães de raça, mas muitas vezes esse papel é-lhes retirado por serem demasiado inquietos.

Por agora, parece que o trabalho deste beagle em específico está a ser feito com sucesso.