O regime da Coreia do Norte executou publicamente 80 pessoas, em sete cidades do país, por delitos menores, como por exemplo ver filmes realizados pela Coreia do Sul, distribuir pornografia ou ter bíblias.

As informações foram divulgadas pelo diário sul-coreano «Joongang».

As execuções foram levadas a cabo no dia 3, de acordo com o jornal, que cita uma fonte anónima «familiarizada com os assuntos internos da Coreia do Norte que visitou recentemente o país».

As execuções terão tido lugar em sete cidades, incluindo Wonsan, Chongjin e Sariwon, não se tendo registado casos na capital norte-coreana, Pyongyang.