A Colômbia anunciou o estabelecimento de uma comissão de especialistas que irá viajar rumo aos Estados Unidos para obter dados da informação compilada através de atos de espionagem da Agência de Segurança Nacional (NSA) e a CIA.

Em declarações à imprensa, a ministra dos Negócios Estrangeiros da Colômbia, María Ángela Holguín, indicou que, na passada segunda-feira, se reuniu, em Bogotá, com o embaixador dos Estados Unidos na Colômbia, Michael Mckinley, a quem pediu «uma explicação» sobre o sucedido.

«Concordámos em olhar para uma metodologia através da qual possamos ter uma maior clareza e que nos deem mais informações dos alcances desta recolha de informação por parte da Agência de Segurança dos Estados Unidos», sublinhou a chefe da diplomacia, em declarações citadas pela EFE.