A Força Internacional de Assistência para a Segurança (ISAF), liderada pela NATO, informou esta terça-feira que três soldados estrangeiros morreram esta manhã num ataque suicida em Cabul, que feriu pelo menos 13 civis afegãos.

O atentado, perpetrado numa viatura armadilhada contra uma coluna militar de forças estrangeiras, foi o primeiro em várias semanas na capital afegã, paralisada desde as eleições presidenciais de junho.

«Podemos confirmar que três membros da ISAF morreram na sequência de um ataque inimigo em Cabul hoje», informa um comunicado da força, sem identificar a nacionalidade das vítimas.