A atleta mais velha a disputar a última edição da maratona de Nova Iorque, a californiana Joy Johnson, de 86 anos, morreu na segunda-feira, um dia após disputar a prova. Joy Johnson completou os 42.195 quilómetros da prova em cerca de oito horas. Foi a 25ª maratona de Nova Iorque consecutiva disputada por esta mulher.

Durante a prova, Joy Johnson caiu e bateu com a cabeça, mas continuou a correr. No final, procurou ajuda médica, mas recusou-se a ir ao hospital e fazer exames mais completos.

Joy, que faria 87 anos a 25 de dezembro, foi professora de Educação Física e treinadora durante muito tempo. Começou a correr apenas recentemente, depois de se reformar.

Este ano, viajou para Nova Iorque com a irmã Faith. Depois da corrida, tomou um banho quente e deitou-se. Na segunda-feira, gravou um programa com a NBC e, quando voltou ao hotel, deitou-se, adormeceu e não voltou a acordar.