O balanço de um atentado com um carro armadilhado hoje na Síria subiu de 20 para 40 mortos, sete dos quais crianças, informou o Observatório Sírio dos Direitos do Homem.

O atentado ocorreu junto de uma mesquita em Suq Wadi Barada, localidade tomada pelos rebeldes, mas em cuja saída estão posicionadas tropas do regime, e situada a 40 quilómetros a noroeste de Damasco.

A explosão deixou ainda dezenas de feridos, alguns dos quais com gravidade, disse a organização sediada em Londres e que atualiza os seus dados a partir de uma vasta rede de informadores no terreno.