Uma adolescente de 13 anos foi violada e enterrada viva por dois homens, no Paquistão, mas conseguiu cavar um buraco e sair da sepultura, pouco profunda, pelo próprio pé. O caso aconteceu na província Toba Tek Singhser, na região de Punjab.

A vítima foi raptada pelos dois agressores quando se dirigia para as aulas de religião, numa área mais isolada da província. Os dois homens enterraram a jovem após a violação, pensando que ela tivesse morrido. A adolescente conseguiu sair de «sepultura de lama» e fugir. Acabou por ser salva por moradores que passavam no local e a levaram imediatamente para ao hospital.

O pai da vítima chegou a apresentar uma queixa junto das autoridades locais, que se negaram a investigar o caso, revelou o site «Outlook India». Contudo, a família insistiu no processo judicial e o tribunal de Lahore ordenou a detenção dos dois agressores.

Nem o nome da adolescente nem o dia do crime foram revelados pela imprensa local.

No Paquistão, a violência sexual tem vindo a aumentar. O número de crianças violadas passou de 668 em 2002 para 2 788 em 2012.