Pelo menos três pessoas morreram, duas ficaram feridas e 13 foram dadas como desaparecidas no deslizamento de terras numa mina ilegal de ouro no oeste da Colômbia, informaram na quinta-feira as autoridades locais.

«Temos um balanço oficial de 13 desaparecidos, com base em testemunhos das famílias», disse à AFP Alexander Sanchez, chefe dos serviços de socorro da Cruz Vermelha na província de Cauca, onde se registou o acidente.

O número de mineiros no interior da mina situada na localidade de Santander de Quilichao continua por determinar. Os bombeiros estimam entre 25 e 30 pessoas enquanto a Agência Nacional das Minas (ANM) refere um total de 15 indivíduos.