logotipo tvi24

Recém-casada morre em salto de «base jump»

Marido foi incapaz de socorrer a vítima

Por: Redacção / MF    |   2014-02-11 16:17



A norte-americana, Amber Marie, de 28 anos, morreu, no no Parque Nacional de Utah Zion, no último sábado depois de ter feito um salto de «base jump» em que o paraquedas não abriu completamente.

Amber Marie estava acompanhada do marido, Clayton Butler, de 29 anos, que assistiu ao acidente. Segundo o jornal local, The Salt Lake Tribune, Amber e Butler estavam casados a apenas duas semanas.

O Serviço Nacional de Parques, agência responsável pela gestão dos parques norte-americanos, afirmou que Amber tinha experiência em alguns tipos de desportos radicais, incluindo o «base jump». No ano passado, os dois tinham colocado um vídeo no Youtube a fazer este tipo de desporto.

Depois de uma escalada no Monte Kinesava, o casal decidiu saltar a partir do cimo de uma antena, algo que é proibido pelo governo. Por volta das 16 horas, Amber saltou primeiro, mas o seu paraquedas não abriu completamente: Marie morreu após uma queda livre de mais de 600 metros de altura.

Na tentativa de alcançar a mulher, Clayton saltou logo a seguir, mas não conseguiu ajuda-la. Depois de chegar ao chão, o marido teve ainda que fazer uma escalada de cerca de quatro horas até conseguir usar um telefone. As autoridades decidiram esperar pelo dia seguinte para encontrar a vítima e só por volta das 10 horas do último domingo é que foi resgatada.

Em comunicado, o encarregado do parque Jim Milestone disse que o acidente será investigado. «O base jump é muito perigoso. Até para pessoas experientes, como Amber Belows, e essa é uma das razões pelas quais isso não é permitido no parque», continuou.

Esta foi a primeira fatalidade ocorrida no Parque causada pelo «base jumping».

Partilhar
EM BAIXO: Amber Marie
Amber Marie

O Papa resolveu almoçar com os funcionários
Nem Francisco resiste a umas batatas fritas. Veja as fotos
Gaza: deixem passar os feridos
O apelo da Organização Mundial de Saúde para que se crie um corredor humanitário para deixar passar os feridos do conflito israelo-palestiniano que já provocou 800 mortes em menos de um mês
Voo AH5017: France2 divulga primeiras imagens dos destroços
Curto vídeo mostra aquilo que parecem ser pedaços do aparelho que se desintegrou por completo
EM MANCHETE
Portuguesa confessou que era procurada pela Interpol
Telma Garcia acusou amante que também está preso por suspeitas de envolvimento no crime ocorrida na Suíça
Notícia TVI: BES poderá recorrer à ajuda do Estado
Novos cortes nos salários aprovados na especialidade