Síria: primeiros confrontos depois do cessar-fogo

«Os confrontos com artilharia pesada ocorreram em Khirbet al-Joz»

Por: tvi24 / CLC    |   13 de Abril de 2012 às 09:29
Confrontos entre soldados da armada síria e rebeldes estalaram na sexta-feira de manhã na região de Idleb, os primeiros desde a entrada em vigor há pouco mais de 24 horas do cessar-fogo, denunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

«Os confrontos com artilharia pesada ocorreram em Khirbet al-Joz, situada na fronteira turca, entre soldados do regime e desertores», declarou à agência noticiosa francesa AFP Rami Abdel Rahmane, presidente do Observatório Sírio dos Direitos Humanos, ao precisar que se tratam dos primeiros confrontos diretos entre as tropas fiéis ao regime e rebeldes depois do cessar-fogo.

As autoridades sírias anunciaram na quarta-feira que poriam fim às operações militares mas advertiram que o exército responderia a qualquer ataque perpetrado por «terroristas».
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Atentados na Síria - EPA/YOUSSEF BADAWI
Atentados na Síria - EPA/YOUSSEF BADAWI
COMENTÁRIOS

PUB
BES: pode Cavaco Silva recusar depor no Parlamento?

O chumbo da audição do Presidente da República será uma situação inédita na comissão de inquérito sobre o colapso do Banco Espírito Santo. Até agora, nenhum requerimento, de qualquer partido, foi chumbado. A oposição queria ouvir o chefe de Estado, mas o PSD já anunciou que votará contra. O mais provável é que o CDS-PP alinhe no mesmo. Ou seja, Cavaco Silva deverá, como quer, escapar a mais esclarecimentos. No entanto, se a audição fosse aprovada, como todas as outras até aqui, teria mesmo de responder, nem que fosse por escrito.