“Cheguei à conclusão de que partilhar um grande jantar com a nossa família e amigos era desnecessário, sabendo que há tantas pessoas a passarem fome e a viverem ao nosso lado. Então, tive esta ideia e contei-a ao meu filho. Estou muito contente por eles terem concordado e fico feliz por eles terem começado esta etapa das suas vidas com tamanho gesto de solidariedade”, disse Ali Üzümcüoğlu, pai do noivo, ao Independent.

Esra, a noiva, confessou que ficou "chocada" quando Fethullah [o noivo] lhe falou da ideia, mas acabou por concordar. Agora, não tem dúvidas:

 

“Foi uma experiência maravilhosa. Sinto-me grata por ter partilhado o nosso jantar de casamento com os mais necessitados”.

Fethullah Üzümcüoğlu e Esra Polat resolveram assim doar o dinheiro guardado para o copo de água aos refugiados. Após a celebração e ainda vestidos a rigor, o noivo e a noiva ajudaram a associação Kimse Yok Mu a distribuir as refeições. Os convidados também deram uma mão na distribuição da comida.

 

Fethullah e Esra também tiraram fotografias com os naturais do país vizinho que fugiram da guerra. 

 

“Ver a alegria nos olhos das crianças sírias é uma sensação inigualável. Começámos o nosso caminho para a felicidade, proporcionando alegria aos outros e esse sentimento é maravilhoso”, referiu Fethullah.