Um estudante que chamou «ditador» ao atual Presidente turco Recep Tayyip Erdogan, quando este assumia o cargo de primeiro-ministro da Turquia, foi condenado esta semana a 14 meses de prisão.

Aykutalp Avsar, um estudante de Engenharia de 23 anos, foi detido na quinta-feira pela polícia turca e enviado para a prisão para cumprir a sentença, confirmada no dia anterior pelo Supremo Tribunal turco, segundo avançou o diário «Hurriyet».

O jovem, membro de uma organização juvenil de esquerda, participou em junho de 2013 em protestos em Gezi contra o Partido Justiça e Desenvolvimento (AKP, islâmico conservador) e o então primeiro-ministro Erdogan.