Cerca de 30 pessoas suspeitas de pertencerem ao grupo Estado Islâmico (EI) foram detidas pela polícia na última madrugada em Konya, uma cidade do centro da Turquia considerada um bastião islamita, informaram os meios de comunicação locais.

As detenções resultam de uma operação que ainda estava em curso ao início da manhã, segundo a agência noticiosa Dogan.

Esta operação ocorre um dia depois de um tiroteio em Diyarbakir, no sudeste do país, que resultou na morte de dois polícias e de sete presumíveis membros do grupo terrorista.

Durante as duas últimas semanas, a polícia intensificou a "perseguição" a terroristas do Estado Islâmico, que as autoridades culpam pelo atentado que fez 102 mortos em Ancara, tendo já quatro sido acusados.