A polícia turca deteve hoje 82 pessoas suspeitas de pertencerem ao grupo terrorista autodenominado Estado Islâmico numa operação em Istambul, informou a imprensa local.

O diário Hurriyet divulgou esta madrugada que foram feitas rusgas em 16 casas de 10 bairros da cidade de Istambul e que 77 dos 82 detidos são estrangeiros.

Alguns dos detidos são suspeitos de se prepararem para ir para a Síria lutar ao lado dos jihadistas, enquanto outros estavam supostamente a preparar ataques em território turco.

O grupo terrorista é acusado de ter cometido dos piores atentados na Turquia nos últimos anos, como o ataque contra os participantes numa celebração de Ano Novo em Istambul, a 01 de janeiro de 2017, que causou cerca de 40 mortes.