O Papa Francisco foi recebido este sábado na Mesquita Azul de Istambul rodeado de fortes medidas de segurança, incluindo o corte de estradas e a interrupção da circulação de transportes públicos nos arredores.

No seu segundo dia de visita oficial à Turquia, o Papa foi recebido pelo grão-mufti de Istambul (líder religioso), com as medidas de segurança a serem também visíveis dentro do templo, segundo relatos de um jornalista da agência EFE.

Na Mesquita, de acordo com a agência France Presse, Francisco esteve durante alguns minutos em pose de meditação, de cabeça baixa, acompanhando a oração muçulmana do grão-mufti, num gesto que já tinha sido feito pelo seu antecessor, Papa Bento XVI, no mesmo local.

No primeiro dia da visita à Turquia, o papa Francisco apelou, em Ancara, para um «diálogo intercultural e inter-religioso” que permita acabar com “o fundamentalismo e o terrorismo» no Médio Oriente.

A visita do papa à Turquia, país de 77 milhões de habitantes, termina no domingo.