A polícia turca deteve no sábado um homem acusado de pontapear e agredir uma mulher por usar calções demasiado curtos num autocarro em Istambul.

Os relatos dão conta da detenção do suspeito em Uskudar, um distrito na zona asiática da cidade, segundo a agência noticiosa local privada Dogan.

O suspeito terá gritado "quem usa calções deve morrer", atacando a mulher, que é enfermeira, com pontapés na cara.

Ainda de acordo com a imprensa local, o homem confessou que ficou perturbado com as roupas que a mulher usava.