Uma colecionadora de arte de Taiwan foi assaltada esta quinta-feira, em Paris, quando seguia de táxi, numa viagem entre o centro da cidade e o Aeroporto Charles de Gaulle, num túnel que já se tornou famoso por ser escolhido por assaltantes para cometer crimes.
 
A mulher ficou sem as joias Chanel que transportava, no valor de cerca de 5,4 milhões de dólares (um pouco mais de 5 milhões de euros).
 
O assalto terá sido levado a cabo por ter homens, que são agora procurados pela polícia francesa. Os assaltantes partiram o vidro da porta do táxi e levaram a mala de mão da mulher, antes de se colocarem em fuga.
 
De acordo com a Agence France-Presse, a mulher disse que as joias deveriam ser expostas no Museu de Arte Moderna de Paris, mas o museu negou.