Yamini Karanam, uma estudante da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, vivia há muito atormentada. Os diagnósticos médicos apontavam para um tumor cerebral.

No entanto, o que a atormentava a jovem era uma «irmã má», ou seja um embrião gémeo, com ossos e dentes que foi descoberto na sua cabeça e que lhe provocava os problemas.



Casos como os de Yamini Karanam são raros. Chamam-se «teratomas». O médico Hrayr Shahinian disse à NBC que em oito mil cirurgias ao cérebro que já realizou, este foi o seu segundo caso do género.