Pelo menos oito pessoas morreram à passagem pelo centro das Filipinas do tufão Melor, que assolou a região durante dois dias com ventos de até 185 quilómetros por hora e chuvas que causaram danos materiais.

O Conselho de Gestão e Redução do Risco de Desastres das Filipinas apenas confirmou a morte de um homem de 31 anos, atingido por parte de um telhado de uma casa que se soltou devido ao vento forte na província de Samar do Norte.

No entanto, as autoridades locais das províncias afetadas comunicaram a morte de mais sete pessoas.

O Melor atingiu, na manhã de segunda-feira, o norte de Samar, ilha agrícola onde vivem 1,5 milhões de pessoas, acompanhado de ventos de 185 quilómetros por hora, segundo os serviços meteorológicos nacionais, atravessando de seguida a península de Bicol e a ilha de Burias (centro), antes de afetar na manhã de terça-feira as ilhas de Romblon.