«Soube que tinha uma importância histórica. Foi nesse momento que a história que estava a escrever se tornou a história da minha vida»

«Parado na minha sala, assistia novamente ao filme e percebi que os três minutos de imagens do meu avô poderiam ser as únicas imagens em movimento na existência da cidade e dos seus habitantes antes da destruição»


O filme foi doado, por Glenn Kurtz, para arquivo ao Museu do Holocausto