As autoridades das Filipinas elevaram esta quinta-feira a 156 o número de mortos em consequência do terramoto de magnitude 7,2 que assolou terça-feira a região central do arquipélago e que afetou mais de 3,2 milhões de pessoas.

Além do número de mortos, as equipas de socorro contabilizaram também 374 feridos enquanto outras 22 pessoas estão dadas como desaparecidas.

A zona mais afetada pelo sismo foi a ilha de Bohol, epicentro do sismo, tendo morrido no local, pelo menos, 144 das 156 vítimas.