Pelo menos seis pessoas morreram e 46 ficaram feridas no noroeste do Paquistão devido ao sismo com epicentro no Afeganistão que abalou este domingo, quando eram 11:30 da manhã, vários países asiáticos, disseram fontes oficiais à agência noticiosa espanhola EFE.

Na província de Khyber Pakhtunkhwa registaram-se cinco mortos e 45 feridos, indicou o porta-voz da Autoridade de Gestão de Desastres regional, Latif ur Rehman, adiantando que a maioria das mortes ocorreu nas ruas, tendo as vítimas sido atingidas por diferentes objetos.

Na vizinha região de Gilgit Baltistan uma pessoa morreu e outra ficou ferida, segundo o porta-voz da Autoridade de Gestão de Desastres da área, Ghulam Hussain.

De acordo com o jornal Times of India, o epicentro do tremor de terra teve lugar no Paquistão e o abalo já foi classificado com uma intensidade de 6.6 na escala de Richter, de acordo com o Centro Geológico dos Estados Unidos, que coloca o epicentro a 236 quilómetros de profundidade.

O mesmo jornal sublinha que o abalo foi sentido também em várias cidades indianas, incluindo a capital do país e na Caxemira indiana.

De acordo com o jornal paquistanês The News International (TNI), o tremor de terra trouxe muitas pessoas para as ruas, com medo de derrocadas e desabamentos.

O jornalista do TNI, descreve muitos edifícios a abanar em Islamabad. O abalo durou entre 15 e 40 segundos.