Dois anos e meio depois do sismo seguido de tsunami de 11 de março de 2011 no nordeste do Japão há 2.654 corpos que ainda não foram encontrados de um total de 18.537 mortos, indicam os mais recentes dados divulgados pela polícia.

O tsunami que inundou mais de 500 quilómetros das costas do norte e nordeste do Japão causou uma grande destruição e milhares de corpos provavelmente foram levados para o Oceano Pacífico. Todavia, as buscas prosseguem, mais do que não seja para dar alguma esperança aos familiares das vítimas.

O maior número de mortos verificou-se na província de Miyagi, com um total de 10.834, incluindo de 1.297 pessoas, cujos corpos permanecem ainda por encontrar, sendo que Iwate e Fukushima também foram fortemente atingidas.