Um veterinário, no México, obrigou cães de grande porte a engolir embalagens de cocaína antes de voarem até Milão. Os membros dos gangues que atuavam no tráfico foram detidos e aguardam julgamento.

À chegada a Itália, os cães foram mortos e desmembrados para retirar a cocaína. Ativistas dos direitos dos animais ficaram escandalizados, chegando a atuar enraivecidamente contra os traficantes.

Os suspeitos, com idades entre os 19 e os 37, aparentemente fazem parte de um gangue de tráfico de drogas conhecido como os «Pandillas», refere a «BBC News».

De acordo com uma investigação de Fabrizio D¿Arcangelo, os gangues são intitulados de Trebol, Neta, Latin King Luzbel e Latin King Chicago. O investigador referiu que os gangues estão envolvidos em diversos crimes, dentro e fora de Milão.

Os 49 suspeitos, latino-americanos, vão ser julgados por crime organizado e serão chamados a tribunal no dia 9 de outubro.