A polícia resgatou uma mulher, esta quarta-feira, que alegadamente terá sido raptada e mantida dentro de um roupeiro durante um ano, depois de revistar uma casa em Richmond, nos EUA. As autoridades prenderam um homem suspeito de ter abusado física e sexualmente a vítima.

A mulher terá viajado da Nicarágua para os EUA, depois de ter recebido uma proposta de trabalho, através do Facebook. A polícia teve conhecimento do caso através de uma chamada da mulher, que afirmou ter sido violada e agredida, durante todo o tempo em que esteve refém, numa casa nos arredores de San Francisco.

Segundo as autoridades, este pode ser um caso de tráfico humano e de escravatura sexual.

Eulogio Constantino-Suarez, de 35 anos, foi detido por suspeita de rapto, violação, agressão e conspiração.

De acordo com o The Washington Post, um segundo homem foi preso, mas as autoridades não divulgaram ainda qualquer informação sobre o seu envolvimento.

O caso está ainda a ser investigado, mas, segundo a CBS, os vizinhos não acreditam que a mulher estivesse presa contra a sua vontade e afirmam que pensavam que suspeito e vítima eram um casal.