Cerca de 960 quilos de cocaína, com um valor de mercado próximo de 50 milhões de euros, foram repescados ao largo da Bélgica, indicou esta segunda-feira a procuradoria de Bruges.

A droga estava dividida em sacos desportivos, que flutuavam a cerca de vinte quilómetros de Ostende, no noroeste, especificou a mesma fonte, citada pela agência belga. Não foi feita qualquer referência a traficantes ou à origem do produto.

Os pacotes suspeitos foram detetados no sábado de manhã pela tripulação de um barco, que alertou as autoridades, adiantou o jornal holandês «De Standaard». A droga foi recolhida no mesmo dia por um navio com uma grua.

Este diário flamengo pormenorizou que os traficantes da América do Sul largam a droga, com cada vez mais frequência, ao largo das costas europeias, a partir de grandes porta-contentores, que depois é recuperada por cúmplices, a bordo de navios rápidos para evitar os controlos nos portos.

«Este método não é novo, mas aproxima-se cada vez mais de nós», declarou ao «Standaard» um magistrado de Antuérpia, no norte do país, especializado em assuntos de estupefacientes, Ken Witpas.