Os funcionários de uma fábrica da Coca-Cola em Signes, França, descobriram um carregamento de droga em vez do suposto sumo de laranja que estavam à espera. 

"Podem imaginar a surpresa", disse um porta-voz da empresa de refrigerantes, que fez saber que a polícia foi de imediato alertada e que os trabalhadores da fábrica não se encontram entre os suspeitos do crime de tráfico de droga. 

Em vez de um carregamento de concentrado de sumo de laranja, os funcionários encontraram 37 quilos de cocaína no contentor com origem na Costa Rica. 

Segundo as autoridades francesas, se a droga chegasse às ruas, atingia os "50 milhões de euros". 

A descoberta, agora noticiada pelo jornal local Var-Matin, foi feita no dia 26 de agosto.