Atualizada às 12h05

Os 40 cidadãos indianos com os quais o Governo não conseguia contactar foram raptados em Mossul, revelou o Ministério dos Negócios Estrangeiros à Reuters.

Obama afasta bombardeamento do Iraque

O Governo indiano tinha revelado esta quarta-feira não conseguir contactar com 40 nacionais que trabalham no setor da construção na cidade iraquiana de Mossul, tomada recentemente por jihadistas.

«Não conseguimos contactar com os trabalhadores de Mossul. E não dispomos de informação sobre a situação. Prefiro não especular», afirmou o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Syed Akbaruddin, citado pela agência Efe.

Medias locais, como o The Times of India, informaram que os operários tinham sido sequestrados por jihadistas do grupo Estado Islâmico do Iraque e Levante (ISIL na sigla em inglês), que tomou o controlo de Mossul, segunda cidade do país, na semana passada.