Dezasseis anos depois, foi identificada mais uma vítima do 11 de Setembro.  A identificação foi concluída nesta segunda-feira, segundo divulgaram os médicos legistas de Nova Iorque. 

É a vítima número 1641 a ser identificada, num total de 2753 pessoas. Trata-se de um homem, cuja identidade não foi divulgada a pedido da família.

Há mais de dois anos que não havia uma nova identificação. O último caso remonta a março de 2015.

Um total de 1112 pessoas, cerca de 40% das vítimas que resultaran do ataque terrorista ao World Trade Center, continuam por identificar.

No dia 11 de setembro de 2001, dois aviões de passageiros chocaram contra as Torres Gémeas, em Nova Iorque, num ataque reivindicado pelo grupo terrorista Al-Qaeda. Outro avião caiu sobre o Pentágono, na Virgínia, e um quarto sobre a Pensilvânia.

Ao todo, morreram quase três mil pessoas.