Multiplicam-se as vítimas da torre Grenfell, em Londres, mas também a solidariedade e os atos heroicos. Há mais um homem que vai ficar para a história da noite trágica de quarta-feira. Segundo o The Sun, o individuo, de nome Pat, terá conseguido salvar uma menina de quatro anos que, tal como outro bébé, uma mãe desesperada lançou do quinto andar do prédio em chamas.

A criança, em pânico, terá saído ilesa da queda, graças a Pat que a agarrou como uma bola de rubgy ao peito. Quanto à mãe, não terá sobrevivido.

Segundo o mesmo jornal, há testemunhas que relataram que o apartamento ficou envolto em chamas segundos depois e a mãe terá temido o pior e conseguiu lançar a filha antes de sucumbir ao fogo.

Kadelia Woods, de 20 anos, que sobreviveu à tragédia, disse: "A mãe tinha a cabeça da menina envolvida em uma toalha, segurava na janela e gritava por ajuda. O fogo avançava rapidamente. Era cerca das duas da manhã e o apartamento estava cheio de fumo. Nessa altura o meu vizinho, Pat, que tem 40 anos, gritou: larga-a, não se preocupe, eu seguro-a ".

A mãe continuava a gritar: "Não, não, não posso, não posso".

"O Pat continuou a tranquilizá-la e depois a menina simplesmente caiu. Os nossos corações pararam quando ela caiu. Temíamos o pior".

"Mas Pat conseguiu agarrá-la como uma bola de rugby, colocada ao seu peito e, simplesmente, abraçou-se a ela", acrescentou Kadelia Woods.

A menina usava um vestido cor-de-rosa e gritava pela mãe. Os paramédicos tentaram colocar-lhe uma máscara de oxigénio, mas ela só gritava. Não acho que a mãe tenha sobrevivido. Quando eu olhei, novamente, para cima, todo o piso estava em chamas ".

Pat, que vive sozinho num bloco de apartamentos ao lado da torre, deverá também ter sido socorrido no hospital.