Um jornalista/meteorologista da estação de televisão norte-americana WTVA, Matt Laubhan, estava em direto, num estúdio em Tupelo, a fazer a cobertura das tempestades que estão a assolar o país, quando ele próprio, com a sua equipa, foram surpreendidos pela força de um tornado e obrigados a procurar abrigo.

A emissão da WTVA foi interrompida, mas acabou por ser retomada minutos depois. Nas imagens é possível ver o chefe da equipa de meteorologistas a tentar perceber o que se está a passar à sua volta, ao mesmo tempo que aconselha os telespectadores a procurarem refugio porque um tornado «está no chão». Pouco tempo depois, dá ordens à sua equipa para irem para a cave. Em seguida, é o próprio que sai do ecrã.



Os tornados que estão a assolar os Estados Unidos já causaram pelo menos vinte mortes, estima-se. Esta foi uma segunda noite consecutiva de terror para muitos norte-americanos. Agora foi o sul a região mais afetada, com informações de seis mortes no Alabama e sete no Mississipi, mas com os dados completos ainda por apurar.

A cidade de Tupelo, onde nasceu Elvis Presley, foi particularmente abalada, com muitas casas destruídas e cortes de energia.